Seja bem-vindo (a) ao Hospital da LAPA

Pedido de marcação online : aqui
  Contacto : 22 550 28 28

Consulta Psicológica Comunitária

A Psicologia Comunitária que, através de intervenções em contextos comunitários, pode contribuir decisivamente para o aumento da participação cívica e para o aprofundamento da democracia em todos os grupos sociais, nomeadamente em Idosos e Reformados.

Consulta Psicológica do Idoso
Lembro-me de alguém dizer num pequeno discurso:
“Eu tenho 106 anos, mas continuo a aprender a fazer cinema.”
É esta a velhice em que acredito. Continuarmos a aprender!
Cada um de nós, é único!
Cada idoso também o é, único!

Pretende-se com esta consulta, ajudar o idoso a lidar melhor com os desafios que lhe são deparados no seu dia a dia, encontrar sentidos para a vida, de forma a estar bem consigo próprio e com os outros.

Envelhecimento não é uma doença, mas sim, um processo natural que faz parte do ciclo de vida do ser humano.
Como em qualquer outra fase de vida, a velhice, é uma fase com necessidades próprias, sendo que, o equilíbrio, entre o que se ganha e o que se perde, vai ajudar a contribuir para uma melhor qualidade de vida da pessoa idosa. A estimulação cognitiva no idoso pode ajudá-lo a manter-se ativo nas suas tarefas diárias, promovendo uma maior auto-estima e um melhor bem estar.

Consulta Psicológica do Reformado
Sendo a psicologia uma ciência que engloba todo o comportamento humano, as consultas de psicologia, são indicadas para qualquer idade. É preciso entender o conceito atribuído ao Reformado. Estará associado ao principio do fim? Ainda existe o conceito de que, quem é reformado, é inútil?

O grande desafio é, pois, o de encontrar novos papéis, que contribuam para a preservação do sentimento de utilidade social e para a vivência de um envelhecimento ativo e produtivo. Assim, é importante criar hábitos nos reformados, de forma a que sintam no seu dia a dia o quanto são válidos.

Esses novos papéis podem ser desempenhados no seio da própria família, sendo que homem e mulher terão que se habituar a conviver juntos em casa e a dividir papéis e tarefas, de forma a conseguirem o bem estar psicológico e emocional.

Psicólogo da especialidade | Marcação de consultas online